Bolsas de Estudo de Graduação

CRÉDITO EDUCATIVO

A FUNDAÇÃO DE CRÉDITO EDUCATIVO - FUNDACRED, por meio de convênio com a FUNDAÇÃO EDUCACIONAL INACIANA "Pe. SABÓIA DE MEDEIROS" – FEI, possibilita a concessão de Bolsas de Estudo pelo sistema de crédito rotativo, com fundo próprio.

A principal finalidade do crédito educativo é favorecer estudantes que necessitam de um apoio econômico-financeiro para a realização de estudos universitários, caracterizando-se como uma ferramenta de cunho social, capaz de proporcionar o desenvolvimento da sociedade brasileira por meio da qualificação profissional.

A FEI tem critérios próprios para a seleção de seus candidatos e o número de Bolsas a ser concedido é variável dependendo da verba destinada a esse Programa. Este sistema é exclusivo para cobertura de parte do valor das mensalidades, excetuando-se qualquer outro custo.

Mais informações

PROUNI

O ProUni é um programa do Ministério da Educação, criado pelo Governo Federal em 2004, que oferece bolsas de estudos em instituições de educação superior privadas, em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, a estudantes brasileiros sem diploma de nível superior.

O ProUni oferece bolsa integral, para estudantes que possuam renda familiar, per capta, de até um salário mínimo e meio, e bolsa parcial de 50% para estudantes que possuam renda familiar, per-capta, de até três salários mínimos.

A renda familiar per-capta é calculada somando–se a renda bruta dos componentes do grupo familiar e dividindo–se pelo número de pessoas que formam este grupo familiar. Se o resultado for até um salário mínimo e meio, o estudante poderá concorrer a uma bolsa integral. Se o resultado for maior que um salário mínimo e meio e menor ou igual a três salários mínimos, o estudante poderá concorrer a uma bolsa parcial de 50%. Entende–se como grupo familiar, além do próprio candidato, o conjunto de pessoas residindo na mesma moradia que o candidato que, cumulativamente, usufruam da renda bruta mensal familiar, e sejam relacionadas ao candidato pelos seguintes graus de parentesco: pai, padrasto, mãe, madrasta, cônjuge, companheiro (a), filho (a), enteado (a), irmão (ã), avô (ó).

O candidato à bolsa do ProUni não precisa fazer vestibular nem estar matriculado na instituição em que pretende se inscrever. Entretanto, é facultado às instituições participantes do Programa submeterem os candidatos pré–selecionados a um processo seletivo específico e isento de cobrança de taxa. Essa informação estará disponível ao candidato, no momento da inscrição.

Só poderá se candidatar ao processo seletivo do Pro uni, o estudante que tiver participado do último Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e obtido a nota mínima de 400 pontos na média das cinco notas obtidas nas provas do Exame, além de ter que satisfazer uma das condições abaixo:

  • Ter cursado o ensino médio completo em escola pública, ou
  • Ter cursado o ensino médio completo em escola privada com bolsa integral da instituição, ou
  • Ter cursado todo o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em instituição privada, na condição de bolsista integral da respectiva instituição, ou
  • Ser pessoa com deficiência, ou
  • Ser professor da rede pública de ensino básico, em efetivo exercício do magistério, integrando o quadro permanente da instituição e concorrendo a vagas em cursos de licenciatura, normal superior ou pedagogia. Neste caso, a renda familiar por pessoa não é considerada.
  • As inscrições são feitas exclusivamente pela Internet, acessando o Sistema do ProUni, nos períodos e prazos estipulados pelo Ministério da Educação, divulgado através de todos os meios de comunicação.

Mais informações

Programa de Financiamento Estudantil - FIES

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) é o programa do Ministério da Educação que financia cursos superiores não gratuitos e com avaliação positiva no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes).

O estudante somente poderá solicitar o financiamento para um único curso de graduação em que estiver regularmente matriculado. Não serão considerados regularmente matriculados os estudantes cuja matrícula acadêmica esteja em situação de trancamento geral de disciplinas durante o período de inscrição no FIES.

A Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) é responsável pela validação das informações prestadas pelo candidato no ato da inscrição, bem como pela validação das informações prestadas pelos estudantes quando dos aditamentos dos contratos.

Cada local de oferta de cursos da instituição de ensino deverá constituir uma Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento do FIES (CPSA). A Comissão será composta por cinco membros, sendo dois representantes da instituição de ensino, dois representantes da entidade máxima de representação estudantil da instituição de ensino e um representante do corpo docente da instituição de ensino.

Os representantes da Comissão deverão integrar o corpo docente, discente e administrativo do local de oferta de cursos. Caso não exista entidade representativa dos estudantes no local de oferta de cursos, os representantes estudantis serão escolhidos pelo corpo discente da instituição.

É importante que se esclareça que a obtenção do financiamento não é automática pois o candidato deverá preencher os requisitos estabelecidos pelo MEC, dentre eles a disponibilidade de verba que a Instituição destina ao Programa e o limite de renda familiar.

Mais informações

Bolsas de Estudo de Graduação com Recursos Financeiros Próprios - PBAS Programa de Bolsas de Estudos de Assistência Social da FEI

Para que os alunos de baixa renda tenham acesso aos cursos de graduação ministrados pelo Centro Universitário FEI, por intermédio de sua mantenedora, e com recursos de seu orçamento, oferece:

(a) bolsas de estudos integrais para brasileiros que se enquadrem no perfil socioeconômico de renda familiar mensal per capita de até um salário mínimo e meio; e

(b) bolsas de estudos parciais de 50% (cinquenta por cento) para brasileiros que se enquadrem no perfil socioeconômico de renda familiar mensal per capita de até três salários mínimos.

A seleção será feita dentre os alunos que atendam aos requisitos acima e classificados de acordo com o desempenho no processo seletivo.

A proximidade da residência também é critério a ser considerado.

Os alunos interessados e que atendam aos requisitos deverão candidatar-se ao processo de seleção de bolsistas, por ocasião da inscrição no Processo Seletivo, no Portal Institucional e de acordo com Edital divulgado pela FEI, a partir de 15 de maio de 2017.

A renovação é feita a cada início de semestre, para alunos aprovados e regularmente matriculados e, periodicamente, é feita a reavaliação do perfil sócio econômico do aluno.

Copyright © 2014 Centro Universitário FEI. Todos os direitos reservados.